Hinkel

Empresa alemã dedicada à fabricação de harmônios. Foi fundada em 1880 por Ernst Peter Hinkel (1850–1924). As datas de funcionamento são divergentes.

Segundo Robert F. Gellerman, a empresa passou a ser dirigida por Heinrich Hinkel, filho do fundador, em 1922; em 1930, Heinz Hinkel, filho de Heinrich, passa a integrar a empresa. Além disso, também segundo Gellerman, há indícios de que a empresa teria funcionado até 1951 (1).

Por outro lado, Marco Roepers afirma que Heinrich Hinkel comandou a empresa de 1916 até 1921, ano de sua morte. Em 1922, a viúva de Heinrich casa-se com Karl Rössler, que assume o comando das atividades. A partir de então, o filho de Heinrich, Heinz Hinkel, vai para a organaria Steinmeyer, onde termina seu treinamento em 1930, com a aprovação no exame de construtor de harmônio. Roepers afirma, ainda, que a fábrica foi bombardeada duas vezes durante a 2ª Guera Mundial. Em relação ao encerramento da empresa, Roepers faz uma compilação do que já foi publicado: para Gellerman, que a empresa durou até 1951; para Jan Bach Gros, o encerramento deus-se em 1954; para Ahrens and Klinke (na obra “Das Harmonium in Deutschland”), a empresa Hinkel seguiu produzindo harmônios de pressão (drukwindharmoniums) até 1968 e, até 1975, harmônios de sucção (zuigwindinstrumenten), quando o estoque de componentes foi vendido para Teckharmoniumfabrik (2).

Instrumentos instalados no país

Ano Lugar Reg. Man. Ped.
1924 c. Igreja do Senhor Bom Jesus do Brás, São Paulo (SP) (3) 10 1 não

Saiba mais

Referências e notas

1. Robert F. Gellerman, «Reed Organ Atlas», 2nd. ed., Maryland, Vestal, 1998, p. 100, parcialmente disponível em Google Books.
2. Marco Roepers, Hinkel Harmonium Fabrik, acesso em mar. 2015.
3. Nota: Número de série 57011.
Navegação

página inicial

participe do projeto

contato

Órgãos

lista geral (completa)


listagem:

    ◇ por construtor

    ◇ por lugar

    ◇ por período

    ◇ por características


mapa dos instrumentos


estatísticas
(órgãos em números)

Harmônios

Descubra mais

textos

glossário

sugestões de leitura