Igreja de Nossa Senhora da Candelária, São Paulo (SP)

Instalado em 1959 na Igreja de Nossa Senhora da Candelária (Vila Maria), em São Paulo (SP), o órgão construído por Henrique Lins, com 2 manuais e pedaleira, foi reinaugurado em setembro de 2001 após extensa reforma feita pelo organeiro José Darulhes Filho.

Dados Gerais

  • Localização: Igreja de Nossa Senhora da Candelária – Praça de Nossa Senhora da Candelária, Vila Maria, São Paulo (SP)
  • Construção: Henrique Lins, Brasil, 1959 (op. 28)
  • Reformas/restaurações:
  • Características (2002):
    • 2 manuais (56 teclas, C1–F5) e pedaleira (27 notas, C1–D3,reta)
    • 10 registros
    • Tração eletropneumática
    • Organeiro responsável: José Darulhes Filho

Registros

instrumentos:nossa-senhora-candelaria-sp-1-3.jpg
 Fachada dos tubos (1)

O instrumento conta com os seguintes registros (2):

  • I Manual
    • Principal 8’
    • Quintadena 8’
    • Bordão 8’
    • Viola 4’
  • II MANUAL
    • Salicional 8’
    • Voz Angelica 8’
    • Flauta 4’
    • Oitava 4’
    • Canarim 2’
  • PEDAL
    • Bordão 16’
  • Acopl.
    • I/16’
    • I/4’
    • II/I 16’
    • II/I 8’
    • II/I 4’
    • II/16’
    • II/4’
    • I/P
    • II/P
    • Tremolo
    • Crescendo
    • Comb. Fixas (p, mf, f, ff)

Fotos

Clique nas imagens para ampliá-las:

instrumentos:nossa-senhora-candelaria-sp-1-2.jpg
 Fachada dos tubos (1)

instrumentos:nossa-senhora-candelaria-sp-2-2.jpg
 Fachada dos tubos (1)

instrumentos:nossa-senhora-candelaria-sp-3-2.jpg
 Console (1)

instrumentos:nossa-senhora-candelaria-sp-4-2.jpg
 Manuais (1)

Reinauguração

No dia 30 de setembro de 2001, a comunidade da Igreja de N. Senhora da Candelária, na Vila Maria, em São Paulo (SP), pode prestigiar a reinauguração de seu órgão, fabricado por Henrique Lins. O concerto foi realizado por Ricardo Pistori, organista titular daquela paróquia, que trabalhou por 15 anos para que o instrumento fosse restaurado e, assim, pudesse ser preservado. O recital foi realizado pelo próprio organista Ricardo Pistori, com apoio da Associação Paulista de Organistas (APO). A restauração ficou a cargo de José Darulhes Filho.

Na oportunidade, foram interpretadas as seguintes peças (3):

Ch. Rinck (1770-1846) Sortie
D. Buxtehude (1637-1707) In Dulce Jubilo
J. Pachelbel (1637-1706) Canon in D
J. S. Bach (1685-1750) Ich ruf zu Dir, Herr Jesu Christ, BWV 639
Prelúdio e Fuga em Do menor, BWV 549
G. Muffat (1653-1704) Toccata et Fuga
A. Clementoni (sec. XVIII ?) Cantabille alla antica, per solista
M. Corrette (1709-1795) Nöel Provençal

         Intérprete: Ricardo Pistori, organista

Natural de São Paulo (SP), é formado em Letras pela Universidade São Francisco – USF/SP. Estudou oboé com os oboistas Gilson Barbosa, Martin Lazarov e Alexandre Ficarelli, tenho atuado como Primeiro Oboista da Camerata São Paulo, sob a regência do Maestro Cerso Franchini; durante dois anos participou do Grupo de Prática de Instrumentos de Sopro da ULM – Universidade Livre de Música Tom Jobim (SP), sob a orientação dos maestros Marcos Sadao e Mônica Giardini. Há quinze anos é o organista titular da Paróquia N. Senhora da Candelária – Vila Maria (SP) e há nove anos atua como organista acompanhador do Coral N. Senhora da Candelária. Atualmente cursa a Faculdade de Música do Conservatório Dramático e Musical de São Paulo – CDMSP, na classe de órgão, sob a orientação da organista e professora Selma Asprino.

Textos

Histórico (2)

O livro tombo da Paróquia de Nossa Senhora da Candelária menciona o órgão pela primeira vez em 1956. Porém o instrumento só foi inaugurado em 1959. Eis o que diz o livro:
No terceiro domingo de janeiro (de 1956) foi participado ao povo que a Paróquia adquiriu um novo órgão no valor de Cr$ 300.000,00 (trezentos mil cruzeiros) e será inaugurado na festa do Natal deste ano.

Em seguida, encontra-se no mesmo livro, uma nova menção sobre o órgão apenas em 1959:

O dia 25 de outubro, Festa do Cristo Rei, foi a data escolhida para a solene benção do órgão. Contratado no início de 1956, só agora pôde ser concluída sua construção devido a sérios contratempos do fabricante, Henrique Lins, de Indaiatuba – SP. Pagou a Paróquia ao Sr. Henrique Lins mais Cr$ 120.000,00 (cento e vinte mil cruzeiros), perfazendo um total de Cr$ 355.000,00, conforme recibos encontrados. Incluindo outras despesas com a construção de uma parede, fechando o órgão, transporte e manutenção de pessoal, a matriz despendeu, ao todo, Cr$ 372.000,00. De contribuições de padrinhos e outros entraram Cr$ 85.795,00. Damo-nos perfeitamente satisfeitos de ter conseguido este grandioso instrumento que preenche completamente as aspirações de Vila Maria. Pe. Bernardo de Claraval, scj (a)

_______________

a. Pe. Bernardo de Claraval, scj, foi empossado como pároco em 07/09/1958; seu antecessor foi Pe. Fernando Suedbeck, scj, que contratou os serviços do Sr. Henrique Lins.

Saiba mais

Referências e notas

1. Carlos Nascimento, 2001.
2. Associação Paulista de Organistas, «Boletim da Associação Paulista de Organistas», ano V, n. 6, out. 2001.
3. Associação Paulista de Organistas, «Programação do Concerto de Reinauguração – Saint Cecilia Series», ano 24, concerto n. 952, 30 set. 2001.

Registramos aqui nossos agradecimentos a Ary Aguiar Jr. pelas informações e pela cessão dos materiais relativos ao órgão

(em nosso projeto este órgão está na ETAPA 2)

Navegação

página inicial

participe do projeto

contato

Órgãos

lista geral (completa)


listagem:

    ◇ por construtor

    ◇ por lugar

    ◇ por período

    ◇ por características


mapa dos instrumentos


estatísticas
(órgãos em números)

Harmônios

Descubra mais

textos

glossário

sugestões de leitura